1. Home
  2. Notícias

PGFN lança novo sistema de atendimento ao contribuinte

08/08/2018

Plataforma REGULARIZE, que substituirá o e-CAC PGFN, entrará no ar dia 13 de agosto

Na segunda-feira (13), o Centro de Atendimento Virtual ao Contribuinte da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), o e-CAC PGFN, será substituído pelo REGULARIZE. A nova plataforma terá formato responsivo — que se adapta aos tamanhos de tela de aparelhos eletrônicos — e contará com uma Caixa de Mensagens onde contribuintes cadastrados receberão notificações da PGFN.

NOVOS SERVIÇOS E COMO SE CADASTRAR

Ao acessar o sistema pela primeira vez, os contribuintes que são ativos no e-CAC PGFN deverão, obrigatoriamente, cadastrar-se na nova plataforma. Depois de cadastrados, os contribuintes contarão com uma Caixa de Mensagens no REGULARIZE, na qual receberão novidades e notificações — como prazo para adesão a parcelamentos especiais, novos serviços disponíveis, carta de cobrança, imputação de responsabilidade de terceiros com contraditório prévio e início do procedimento administrativo de exclusão de parcelamento. O usuário receberá um e-mail alertando que há novos comunicados na Caixa de Mensagens do REGULARIZE.

O acesso com certificado digital também estará disponível. Os usuários que já usam esse modo de autenticação terão a opção de usá-lo no REGULARIZE.

Ainda para este ano, está prevista a inclusão dos serviços de oferta de garantia administrativa e revisão de dívida, alinhados com o disposto na Portaria PGFN nº 33/2018.

Além disso, está previsto o agendamento para atendimento ao advogado, conforme a Portaria PGFN nº 375/2018, que possibilitará aos advogados marcar audiências não apenas para tratar de situações urgentes relacionadas à dívida ativa, mas também sobre os demais processos judiciais e execuções fiscais em que atuam representando os contribuintes. O agendamento será feito mediante a utilização de certificado digital, por meio do serviço de Atendimento ao Advogado, que estará disponível no REGULARIZE.

POR QUE MUDAR

A iniciativa está alinhada com as diretrizes do Decreto nº 9.094/2017, que dispõe sobre a simplificação do atendimento prestado aos usuários do serviço público, assim como a Lei nº 13.460/2017, que rege o Código de Defesa do Usuário do Serviço Público (CDU) e estabelece uma nova forma de participação, proteção e defesa do usuário de serviços prestados pela administração pública.
Fonte: Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional

Outras Notícias

Comissão analisa fim da cobrança de ICMS em operações de estabelecimentos do mesmo dono

17/08/2018

Foi prorrogada pelo Executivo a vigência de duas medidas...
Ler Notícia

Petrobras tem vitória no Carf em processo de R$ 8 bi

17/08/2018

egunda turma da 4ª Câmara da 1ª Seção do Conselho...
Ler Notícia

Ajustamento de conduta de administrador relacionado a local ou recinto alfandegado é regulamentado

17/08/2018

A nova norma dispõe sobre a adesão de pessoa jurídica...
Ler Notícia

Itaú Holding recorrerá de decisão do TRF-1 sobre sentença favorável do Carf

16/08/2018


O Itaú Unibanco Holding afirma que vai recorrer da...
Ler Notícia

Juiz determina exclusão do ICMS da base de cálculo do IRPJ e da CSLL

16/08/2018

Por Tadeu Rover

Se o ICMS deve ser excluído da base de...
Ler Notícia

+ Notícias

Nossos Produtos e Soluções