1. Home
  2. Notícias

Como consultar NFes do mês passado para o SPED fiscal

10/10/2018

 

Basta clicar em “Consulta Completa” e consultar todas as NFes emitidas contra o CNPJ da empresa. As NFes emitidas também podem ser visualizadas a partir do upload na plataforma.

No painel de NFes, estão discriminadas as Notas Fiscais emitidas contra o CNPJ da empresa, separadas por filtros, como: emissão, número, criada em, chave de acesso, valor, etiquetas (que são exclusividade do Arquivei), empresa e etc.

 

 

Ao passar o mouse sobre a Nota desejada, é possível visualizar o DANFe, ver a CTe relacionada, atualizar o Status da Nota, Manifestar (veja mais informações abaixo) e baixar.

 

 

No aplicativo “Conferência de SPED”, também presente na plataforma do Arquivei, é possível criar um filtro, que destaca as NFes de um certo período (data inicial, data final). Veja a imagem abaixo:

 

 

A empresa escolhe a seguir se deseja inserir um arquivo CSV, TXT, chave de acesso ou SPED que contenha suas Notas Fiscais, conforme é ilustrado abaixo:

 

No caso consulta de NFe através do site da Sefaz são informados todos os dados que constam na NFe. Porém, incluir todos os dados em uma planilha e só depois conseguir conferir o arquivo de entrega do SPED custa tempo e dinheiro.

Além desses fatores, o armazenamento do arquivo XML da NFe é obrigatório. Quem armazena NFes em computadores e pastas, corre o risco de perda ou corrupção e a empresa pode ser multada em até R$ 1 mil por arquivo não apresentado em uma fiscalização.

Consultar todas as NFes emitidas contra o CNPJ e ter o armazenamento digital e seguro dessas NFes e CTes é uma necessidade básica em comum para todos os portes de empresa.

Veja uma demonstração de como a plataforma do Arquivei garante a consulta e armazenamento das NFes emitidas nos últimos 90 dias para uma gestão contábil e financeira impecável. Ou confira agora mesmo, fazendo um teste grátis.

Outro grande risco que todos os empreendedores correm ao abrir o CNPJ é a emissão de Notas indevidas (Notas Frias ou falsas), porém quem lida com essa situação é o contador no dia a dia. A situação é muito comum e pode passar despercebida no caso de grandes volumes de Notas Fiscais.

Em 2014, o estado de São Paulo reportou que as fraudes com Notas Frias somaram R$ 124 milhões, segundo reportagem da Folha de S. Paulo.

Sem uma consulta automática, conectada à Sefaz pelo certificado digital da empresa, não é possível saber quais são essas Notas. Assim, o CNPJ pode ser fiscalizado e autuado por omissão, sem um motivo que tenha ciência.

Teste gratuitamente a plataforma do Arquivei e aproveite para realizar a Manifestação do Destinatário (MDe): Ciência, Confirmar Operação, Desconhecer Operação e Não realizada e evite a autuação do Fisco.

 

 

As Notas Fiscais foram modernizadas por um motivo: o Fisco precisa ter controle sobre as movimentações, para saber quais empresas estão em desacordo com a lei. Não há motivos para que o empreendedor não se modernize na consulta e  passe a utilizar dos dados das NFes para melhorar seus setores financeiro, contábil e fiscal.

Enquanto a empresa fica parada em relação à tecnologia, a Receita Federal supera suas estimativas de autuações. Em 2017, o Plano Anual da Fiscalização da Receita Federal alcançou montante de R$ 204,99 bilhões de crédito tributário.

 

Fonte:

Outras Notícias

Publicadas NO 007 e 008, que abordam sobre o envio de eventos para não optantes pelo Simples e sobre os campos com casas decimais

15/10/2018
 Pequenas e Microempresas não optantes pelo SIMPLES: de acordo com a Resolução do Comitê Diretivo do eSocial nº 5, de 02 de outubro de 2018, as ME e EPP que não são...
Ler Notícia

Complicações decorrentes de diabetes não justificam condenação por dano moral

15/10/2018
A Sétima Turma do Tribunal Superior do Trabalho afastou a responsabilidade da Rios Unidos Logística e Transporte de Aço Ltda., de Guarulhos (SP), de indenizar um motorista que alegava que seu quadro de diabetes teria sido...
Ler Notícia

Receita Federal paga o quinto lote de restituições do IR

15/10/2018
O lote inclui restituições residuais de 2008 a 2017. As consultas foram liberadas no último dia 5. De acordo com a Receita Federal, serão pagos R$ 3,3 bilhões para 2.532.716 contribuintes. Desse...
Ler Notícia

Aplicativo diminui distância entre trabalhador e empregador

15/10/2018
Os aplicativos de celular têm facilitado a vida de muita gente. O Ministério do Trabalho (MTb), acompanhando as tendências tecnológicas, lançou há quase cinco meses o Sine Fácil Empregador. O app...
Ler Notícia

Jornada 24x72 deve estar prevista em norma coletiva para ser válida

15/10/2018
Para ser válida, a jornada de 24 horas de trabalho por 72 de repouso (24x72) deve ser regulamentada por lei municipal ou norma coletiva. O entendimento foi aplicado pela 3ª Câmara do Tribunal Regional do Trabalho da...
Ler Notícia

+ Notícias

Nossos Produtos e Soluções